Siga-nos nas redes sociais:
digital
18 de Novembro de 2016 a las 07:00

Você aproveita seu tempo na frente do computador?

Você aproveita seu tempo na frente do computador?

Você aproveita seu tempo na frente do computador?

Por , 18 de Novembro de 2016 a las 07:00

Todo mundo gosta de terminar as tarefas a tempo. Seja no trabalho, na universidade ou na escola, otimizar o tempo em que realizamos uma coisa nos permite dedicar mais horas a outras coisas. É um dos principais objetivos de qualquer método de produtividade.

O que significa aproveitar o tempo? Você é produtivo se demorar uma hora em redigir um relatório ou é uma coisa que deveria terminar em vinte minutos? Você usa bem o tempo ou se distrai com qualquer coisa dentro ou fora do PC? Para responder a estas perguntas é necessário averiguar a que você dedica seu tempo de trabalho e, para isso, você pode carregar uma boa e velha lista de afazeres ou confiar em ferramentas especializadas como RescueTime, programa sobre o qual falaremos hoje.

O propósito de RescueTime é analisar quais programas você usa no dia-a-dia, durante quanto tempo, quais sites você visita e com qual frequência, quantas horas você passa na frente do computador, etc. Esta informação lhe ajudará a descobrir se você agindo corretamente, se você deveria fazer alguma pausa para relaxar de vez em quando ou se existem determinados sites ou programas ou sites que roubem seu tempo tomando sua atenção.

Todos têm as mesmas horas no dia. O que diferencia uma produtiva de uma que não o é tanto, é o uso que dá a suas horas de trabalho, quais distrações afetam a seu rendimento (voluntárias ou não), se faz as pausas necessárias para descansar de forma adequada e como reage às distrações e inconvenientes do dia-a-dia.

Primeiros passos

Monitorar nosso trabalho com RescueTime começa com nosso registro. Ter uma conta servirá para guardar a informação gerada, comparar dados de diferentes dias e consultá-los depois. Como acontece com outros serviços, RescueTime oferece uma conta gratuita e outra paga com funções extras.

Com a versão gratuita teremos mais do que suficiente para começar, já que nos oferece monitoramento de programas e sites, configurar objetivos pelos que estamos analisando nosso comportamento diante do computador, obter um relatório semanal pelo e-mail e ter acesso a um histórico de dados de até 3 meses. De qualquer maneira, poderemos testar durante 14 dias a versão Premium, que inclui outras funcionalidades como bloquear sites que nos distraem ou monitorar o tempo que empregamos longe do computador (reuniões, ligações…).

Dois em um

RescueTime combina, por um lado, o app da área de trabalho (para Wnidows e Mac), que podemos baixar depois fazer o registro e a versão web, onde teremos acesso à informação gerada pelo monitoramento do app. Adicionalmente, podemos instalar a versão Android no caso de trabalhar tanto com o computador como com o celular.

O aplicativo ou programa da área de trabalho é muito simples. Funciona em segundo plano, monitorando, e podemos acessar suas opções de configuração desde a barra de tarefas (no Windows) ou da barra de menu (Mac). Poderemos, por exemplo, abrir o navegador no site do RescueTime para ver os dados guardados, pausar o monitoramento durante 15 minutos, 1 hora ou até o dia seguinte ou ativar o modo Focused da versão Premium para que nos concentremos e não ter acesso aos sites previamente configurados.

Desde o site oficial poderemos ver, por um lado, o Dashboard e por outro os diferentes relatórios gerados ou Reports. No Dashboard encontraremos a informação obtida pelo aplicativo. Podemos filtrar os dados por dias, semanas, mensais ou anuais (última opção para a versão Premium).

RescueTime mostra a informação em listas com porcentagens de uso, gráficos de barras e circulares… Em resumo, faz isso da forma mais atrativa possível para que, de uma olhada, saibamos bem como empregamos nosso tempo de trabalho e se deveríamos continuar por aí ou mudar alguma coisa.

No que se refere aos relatórios separados, permitem analisar, por um lado, o emprego de nosso tempo e, por outro, se conseguimos ser produtivos a partir de objetivos configurados previamente. E para aqueles que precisem de um pouco de motivação, RescueTime pontuará a produtividade para que vejam se o progresso melhora o decai em algum momento.

Uma ajuda para mudar de hábitos

Depois de testar RescueTime, comprovaremos que pode ser um grande aliado em nosso propósito de melhorar nossa produtividade. Os resultados podem demorar em fazer-se notar, basicamente porque nessa primeira fase teremos que trabalhar como de costume para monitorar e obter dados. Mas depois de analisá-los e aplicar nosso primeiros objetivos de melhoria no RescueTime, começaremos a ver se melhoramos em nosso objetivo e se esta ferramenta foi feita ou não para nós.

Ainda por cima, a possibilidade de monitorar tanto seu trabalho na frente do computador como com nosso dispositivo Android, permitirá obter informação bastante completa sobre nossos hábitos diários, já que trabalhamos tanto com o computador como com o celular. A partir daqui, mudar de hábitos depende de cada um de nós.

Image | Pixabay (Autor: Kelsey Vere)

Sobre o Autor

José María López

José María López

Periodista especializado en software, aplicaciones móviles e internet. Multiplataforma y multidispositivo. La curiosidad nos mueve hacia delante.
Mais artigos do autor »