Telefônica inaugura um data center de última geração em Santiago do Chile

Por , 9 de Junho de 2016 a las 07:00
Telefônica inaugura um data center de última geração em Santiago do Chile
digital

Telefônica inaugura um data center de última geração em Santiago do Chile

Por , 9 de Junho de 2016 a las 07:00

Com o objetivo de reforçar sua oferta para a empresa, a Telefônica apresenta na América Latina um dos data centers mais modernos como parte de sua estratégia global.

Em um mundo cada vez mais digital, é fundamental se orientar em direção a um data center moderno, onde a acessibilidade e a eficiência da tecnologia garantem um melhor posicionamento no setor.

Neste panorama, o novo centro está localizado em Paine, a 40 km de Santiago e pertencerá aos 83 data centers interconectados da rede global da Telefônica.

datacentersantiago2

Na vanguarda na América Latina

Bem, nesta ocasião a estratégia da Telefônica se baseia em dispor de data centers estratégicos e satélites de última geração conectados entre si. Deste modo, poderá dar cobertura a todas as necessidades da empresa.

Esta terceira base localizada no Chile se transformará em um dos centros de dados mais estratégicos para a Telefônica, proporcionando serviços de colocação, serviços gerenciados, laaS ou hosting e, além disso, como já tínhamos adiantado, se interconectará com a rede global de data centers da Operadora.

De acordo com Roberto Muñoz, Gerente Geral da Telefônica no Chile, a informação é o pilar central para a gestão de um negócio, se se perde toda esta informação, poderia significar perdas substanciais.

Neste contexto, o gerente acrescenta que a “Telefônica é a empresa que processa a maior quantidade de informação por segundo no Chile, e somos uma empresa especialista no assunto. Por isso, decidimos apostar e investir mais no cloud. Nesta linha, acrescentar um dos data centers mais modernos da América Latina a nossa oferta, nos permitirá reforçar nossa proposta de valor e fazê-la ainda mais atraente para nossos clientes”.

O data center, nesta caso, será categoria TIER III, oferecendo uma disponibilidade de 99,98%. Com esta configuração, existe a possibilidade de programar períodos de manutenção do sistema sem que afete de algum modo à continuidade do serviço.

Tudo na nuvem

Nenhuma empresa é imune à transformação digital e o segredo para uma boa estratégia neste ambiente está na experiência com o cliente. A Telefônica há muito tempo apostou pela tecnologia cloud, sendo a primeira empresa no Chile a oferecer soluções open cloud locais. Estas soluções são desenvolvidas com o OpenStack, um sistema operacional na nuvem de processamento, conectividade e armazenamento que permite ao cliente a possibilidade de administrar, por um lado, um painel de controle e, por outro, de ter acesso aos usuários através de uma interface web.

Para que estes projetos continuem com o passar do tempo, é fundamental não perder a informação e se apoiar na tecnologia cloud. Os investimentos realizados pela Telefônica nos últimos anos representam uma proposta de valor integral, com um modelo de negócio a longo prazo. Sem dúvida, as estratégias empresariais, a revolução digital e a virtualização são fatores que influenciam na projeção de um bom modelo de data center.

Texto Anterior

A NASA libera uma avalanche de 56 patentes

A NASA libera uma avalanche de 56 patentes
Próximo Texto

Aplicativos para realizar videochamadas

Aplicativos para realizar videochamadas

Recomendados