Os hábitos de sono no mundo, mapeados graças a um app

Por , 24 de Maio de 2016 a las 07:00
Os hábitos de sono no mundo, mapeados graças a um app
conhecimento

Os hábitos de sono no mundo, mapeados graças a um app

Por , 24 de Maio de 2016 a las 07:00

Um aplicativo celular ajuda a realizar o primeiro mapa com os hábitos de sono no mundo. A idade, o sexo ou o país onde nós vivemos influenciam no nosso descanso.

As pessoas que moram no Brasil ou nos Estados Unidos descansam o mesmo número de horas? A idade ou o sexo têm influencia no tempo que passamos dormindo todos os dias? Como nos afeta trabalhar em lugares com luz artificial na hora de dormir? Perguntas como estas são importantes desde um ponto de vista científico e social. É que o sono é um dos hábitos mais importantes em nossa vida diária. Não é em vão que dedicamos uma terceira parte da nossa vida a descansar.

Uma pesquisa publicada na revista Science Advances, conseguiu mapear pela primeira vez os hábitos de sono no mundo. As conclusões foram obtidas graças à utilização de Entrain, um aplicativo celular, que ajuda aos viajantes na adaptação às diferentes zonas horárias. Os dados registrados pela app, foram utilizados por cientistas da Universidade de Michigan para mostrar os padrões de descanso internacionais. E os resultados são, quanto menos, surpreendentes.

Ao entrar pela primeira vez no aplicativo, os usuários devem responder a uma série de perguntas relacionadas com a quantidade de horas que dormem, sua zona horária local, a iluminação com a qual descansam e se enviam sua informação de maneira anonima aos servidores da app. Uma das conclusões mais curiosas, coletadas na Agência SINC, revela que as mulheres têm tendência a dormir um pouco mais que os homens. Por um lado, vão para a cama um pouco antes e por outro, se levantam um pouco mais tarde que os homens.

hábitosdesono2

O sexo não é o único fator que influi sobre os padrões de sono. A idade, é outro parâmetro importante: à medida que envelhecemos, nossos hábitos de descanso vão se tornando mais e mais semelhantes. A luz solar e as responsabilidades sociais, como poderíamos imaginar, são muito importantes no momento que vamos dormir. Por exemplo, ter que ir trabalhar ou levar as crianças na escola, faz com que as pessoas diminuam o tempo que têm para dormir. Mas se vivemos expostos a mais luz solar, também temos tendência, em geral, a ir mais cedo para cama do que se trabalhamos sob condições de luz artificial.

Os sinais biológicos e fatores ambientais não são os únicos parâmetros que afetam a nosso sono. A geografia e os hábitos culturais também são determinantes. Por exemplo, de acordo com a pesquisa, Espanha e Itália compartilham padrões de descanso, já que têm o costume de ir dormir mais tarde e dormir uma quantidade de horas parecidas. Pesquisas como esta, realizadas graças a um aplicativo para celular, vão além de um mapa como os hábitos de sono no mundo. Resulta que conhecer como dormimos no mundo pode ajudar a detectar possíveis alterações no descanso, que podem afetar funções cognitivas importantes. Por exemplo, de acordo com resultados recentes, alterar a fase REM do sono poderia trazer problemas de memória, de acordo com as pesquisas realizadas em modelos animais. Por isso devemos saber mais sobre os padrões de descanso no mundo para cuidar nossa saúde.

Imagens | Ferhat66 (Pixabay), Inti (Flickr)

Texto Anterior

Portugal funcionou à base de energia renovável durante 4 dias seguidos

Portugal funcionou à base de energia renovável durante 4 dias seguidos
Próximo Texto

O provável criador do bitcoin é um empreendedor australiano

O provável criador do bitcoin é um empreendedor australiano

Recomendados