Quantas horas precisamos dormir realmente?

Por , 8 de Dezembro de 2015 a las 07:10
Quantas horas precisamos dormir realmente?
Saúde

Quantas horas precisamos dormir realmente?

Por , 8 de Dezembro de 2015 a las 07:10

O tempo de sono ideal varia de pessoa para pessoa, mas as pesquisas demostram que dormir oito horas não é necessário.

 

O sono é uma das partes mais importantes de nossa vida diária. Não é de surpreender que seja, provavelmente, a atividade na qual empregamos mais tempo ao longo de nossas vidas. Naturalmente, o resto de tarefas diárias são condicionadas pelas necessidades de descanso requerido pelo corpo. Mas quantas horas realmente precisamos dormir? Não são oito, como ditada pela crença popular, e não é, necessariamente, vantajoso prolongar o tempo de sono.

Hoje em dia, quando os níveis de produtividade são estudados em detalhe e trata-se de otimizar ao máximo o desempenho no trabalho, vem se tornando cada vez mais importante o descanso. Já faz tempo que o mito das oito horas de sono foi desmontado e, embora não haja um consenso sobre quantas horas precisamos dormir, podemos tomar como referência o que alguns pesquisadores descobriram.

Um dos mais prestigiados especialistas em sono, Daniel Kriple, observou em seu último estudo que as pessoas que dormem entre 6,5 horas e 7,5 horas, além de viverem mais tempo, são mais felizes e mais produtivas. Outro apontamento chave tem a ver com dormir mais que as tradicionais oito horas. De acordo com suas conclusões, dormir 8,5 horas poderia ser pior que dormir 5 horas.

Estes valores podem variar um pouco de pessoa para pessoa, porque nem todos têm as mesmas necessidades por causa de sua genética, complexão e até mesmo sua atividade diária. Mas o que acontece se dormirmos menos que o necessário? Uma opinião generalizada é que perdemos nossa capacidade de enfrentar tarefas. Não é inteiramente verdade. Uma pessoa com falta de sono pode executar as mesmas funções que outras que estão bem descansadas.

A diferença – nada desdenhável – é que a pessoa que dormiu pouco tem mais dificuldade de recuperar o foco. E é que todos nos distraimos constantemente, mas quando o cérebro está em boas condições é mais fácil se concentrar novamente, algo muito mais difícil quando há falta de sono. Além disso, alguém com esta deficiência em se concentrar não percebe esse déficit, o que contribui para a desvalorização do sono.

horasdesono2

Uma razão para cochilar: a produtividade

O cochilo pode tornar-se noutra das soluções para melhorar a qualidade do sono. Na verdade, alguns historiadores notaram que até poucos séculos atrás, era comum a prática de segmentar o sono em duas etapas. O escritor Michael S. Hyatt afirma que cochila diariamente em torno das três horas da tarde, quando percebe que sua produtividade cai. Após o repouso tem mais uma hora e meia de alto desempenho.

Agora, as recomendações sempre falam sobre não exagerar no tempo do cochilo, que não seja superior a 25 minutos ou meia hora. Este hábito leva logicamente a estar menos cansado, do que resulta que tenha melhor ânimo, que constitui uma base sólida para estar mais alegre.

Imagens: Toni Blay e aphasiafilms

Texto Anterior

Garrafa de água reciclável para servir como elemento de construção após o uso

Garrafa de água reciclável para servir como elemento de construção após o uso
Próximo Texto

Como aproveitar o lançador de aplicativos do Chrome

Como aproveitar o lançador de aplicativos do Chrome

Recomendados