Salvar sua vida e outras 9 coisas que o 5G fará por você

Por , 19 de Janeiro de 2016 a las 15:00
Salvar sua vida e outras 9 coisas que o 5G fará por você
Futuro

Salvar sua vida e outras 9 coisas que o 5G fará por você

Por , 19 de Janeiro de 2016 a las 15:00

Se você acha que o 5G é igual ao 3G ou 4G só que mais rápido, você está errado. Não é um erro colossal, porque a questão também tem a ver com velocidade, mas é uma leitura fraca de um avanço que marcará um salto qualitativo em sua vida (até o ponto de salvá-la).

Milhares de pessoas morrem a cada ano em acidentes de tráfico no Brasil. É possível evitar esses números? Parece ser que sim. Em poucas décadas, a mortalidade por acidentes de trânsito pode ser uma coisa do passado. E não será porque melhore o estado das estradas ou porque vamos nos transformar em motoristas mais prudentes ou melhores. Será graças ao 5G, ou falando com precisão, o uso da infraestrutura de conexão de quinta geração no desenvolvimento de carros autônomos ou sem motorista.

5G2

Depois de vários testes, 23 de novembro um veículo, com piloto automático, percorreu os 599 km entre Vigo e Madrid. A experiência, possível graças a uma mudança da regulação da DGT, foi um sucesso. Sensores, câmeras e radares no exterior do carro, com telas digitais e um sistema tecnológico complexo no interior, cumpriram perfeitamente sua missão. Pra que é necessário então a tecnologia 5G? Sua latência mínima é fundamental.

Seu carro dirigirá por você

As redes sem fio 5G serão muito rápidas -velocidade real superior a 1Gbps, até 10 Gbps em cenários ótimos-, mas característica realmente importante em uma direção 100% automatizada não é a velocidade, mas a baixa latência, entendido este termo como o tempo que leva dois dispositivos em se responder. No melhor dos casos, com o 4G, a taxa de latência é de cerca de 50 milissegundos, mas a tecnologia 5G a reduzirá a, aproximadamente, um milissegundo. Pode não parecer muito, mas imagine que você está a bordo de um carro e um obstáculo aparece na estrada. A diferença entre começar a frear em 1 ms ou fazê-lo em 50 ms, pode ser a diferença entre a vida e a morte.

5G3

O carro que você comprar em 10 anos pode detectar se existe um risco de colisão, receber informação de outros veículos ou até mesmo dos pedestres, baixar em tempo real o tráfego e escolher a rota mais adequada para evitar engarrafamentos e acidentes. Portanto, coletar e transmitir em tempo real tal quantidade de gigabytes de informação será outro desafio das redes de 5G do futuro. Se como eu, você é alguém que não suporta dirigir, você vai esperar ansiosamente o momento de poder dormir ou ler um livro durante a viagem.

Finalmente, haverá Wi-Fi no trem ou no avião

Por que é praticamente impossível se conectar ao Wi-Fi no ônibus? Acho que você alguma vez já se perguntou o mesmo ou, se viajar de trem já deve ter reclamado sobre os cortes contínuos de sua conexão através da rede móvel. A espanhola Renfe assumiu o compromisso de implementar Wi-Fi de qualidade no AVE e nas estações próximas com a ajuda da Telefônica Vivo. E no avião? A Iberia oferece acesso à internet paga, em seus aviões de longa distância desde julho de 2014 e em março de 2015 Vueling e Telefônica Vivo apresentaram seu serviço de banda larga a bordo. No mundo, são apenas 40 companhias aéreas que oferecem acesso Wi-Fi e quase todos com grandes incovenientes no uso e na navegação.

5G4

Com as redes 5G não só acabarão as desconexões pontuais ao mudar de antena enquanto nos movemos, mas parece que poderemos conectar-nos sem problemas e a alta velocidade em trens ou aviões, deixando de lado as limitações de largura de banda que apresentam as redes atuais.

Vai viajar pelo mundo montado num vídeo de 360 graus

Com as redes 5G mudarão sua maneira de trabalhar e de se divertir. Esqueça as interrupções e desfrute dos seus vídeos em tempo real e com alta qualidade. Pense em aplicativos de streaming, como Periscope, em videoconferências sem interferências, em “viajar” pra qualquer lugar do mundo através de vídeos em 360 graus, mas também na capacidade de enviar e receber vídeo em alta definição em locais com grandes multidões, como um estádio, sem saturação da rede.

Um robô cirurgião vai lhe operar

 

Como? Certo, não será exatamente um robô cirurgião, mas um robô que replicará em tempo real os movimentos realizados por um cirurgião em qualquer lugar do mundo. Esta poderia ser uma das utilizações mais marcantes do 5G, a de interatuar à distância com máquinas em tempo real, e é possível graças a um dos pontos fortes desta tecnologia, sua baixa latência.

Você pode morar em Salvador e trabalhar no Chile

Se a sala de cirurgia não lhe convence, imagine então a possibilidade de ficar atrás do volante de uma máquina escavadora virtual em Salvador, enquanto a escavadeira verdadeira opera a milhares de quilômetros, por exemplo, no Chile. Uma nova forma de teletrabalho, uma experiência similar a um videogame, possível novamente graças à baixa latência do 5G que permite replicar movimentos sem o atraso que ocorre com as redes atuais 3G e 4G.

Sua roupa monitorará sua saúde

Se algo ficou claro na última edição da CES, a feira de tecnologia de referência celebrada recentemente em Las Vegas, é que nenhuma empresa quer perder o trem dos wearables ou roupas inteligentes: pulseiras para fitness, cintos que dizem se você comeu demais, sapatos que contam calorias queimadas e até mesmo uma pulseira que alivia as náuseas da gravidez. A oferta de wearables cresce rapidamente, mas não será até a chegada do 5G quando realmente veremos se essas invenções são úteis ou são uma roubada. Com o aumento da largura de banda e conexões melhoradas, esta “tecnologia vestível” poderia, por exemplo, captar seus sinais vitais e transmitir em tempo real para seu celular ou o do seu médico.

5G5

Sua cidade será mais inteligente

Sensores nas lixeiras, semáforos, faixas de pedestres, esgotos … Espera-se que nos próximos anos, nossas cidades, nossos edifícios e nossas casas estejam cheios de dispositivos capazes de medir, entre outros parâmetros, o nível de tráfego, a poluição do ar ou resíduos. Seu frigorífico será quem lhe diga se tiver que comprar leite. Como é o caso das vestimentas, a proliferação desta tecnologia requer uma largura de banda maior que as redes móveis atuais. Só então nossa cidade inteligente será uma cidade eficiente e melhorará nosso nível de vida e conforto.

Você será mais eficiente no trabalho

As redes 5G, combinadas com o desenvolvimento de Big Data e Cloud Computing, significarão um grande salto na inteligência de negócios. Em poucos anos, você poderá acessar a qualquer hora, em qualquer lugar enormes quantidades de informação coletadas e transmitidas por milhões de objetos conectados e armazenados na nuvem. O tempo e espaço não serão limites no cenário empresarial. A nova infraestrutura de redes sem fio, com sua largura de banda e características de confiabilidade, velocidade e latência, mudarão a maneira de trabalhar e ajudarão a ser mais eficiente e obter melhores resultados em nosso trabalho.

Um drone trará a pizza

Você imagina pedir uma pizza e que um drone venha lhe trazer? Talvez em breve isso se torne uma realidade… Atualmente estas aeronaves não tripuladas não podem viajar longas distâncias, mas com a chegada do 5G os limites se difuminarão e poderemos usar drones para muitas tarefas. Por enquanto, empresas como a Amazon já estão testando seu sistema futurista de distribuição nos EUA e afirma que dentro de alguns anos ver esses drones sobrevoando nossas cabeças será tão normal como ver hoje caminhões de entrega nas nossas estradas.

Objetivo 2020

E para quando tudo isso? Todos os cálculos indicam que o 5G entrará em funcionamento em 2020, mas antes, em 2018, e coincidindo com os Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul e da Copa do Mundo da Rússia, esta tecnologia vai enfrentar duas provas de fogo importantes.

Até então, se continuará trabalhando na definição desta nova geração, uma tarefa em que empresas como a Telefônica Vivo levam involucradas há anos. A empresa de telecomunicações espanhola, assinou recentemente um acordo de colaboração com o Ministério da Indústria, Energia e Turismo, o Departamento de Educação, Juventude e Esporte da Comunidade de Madrid, IMDEA Networks, Ericsson e AMETIC (Associação de Empresas de Eletrônica, Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Conteúdo Digital) para apoiar o desenvolvimento de tecnologias, produtos e serviços 5G.

5G6

Esperemos que as travas burocráticas e em torno da gestão de frequências do espectro radioelétrico não atrase a chegada desta tecnologia revolucionária. Uma revolução que, fica patente, vai além de seu telefone celular. O 5G não está pensado para que voemos com nosso Smartphone ou para baixar um filme em segundos (embora, também faremos isso). O desafio desta rede em ser capaz de fornecer o serviço para a Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT), que irá multiplicar o número de dispositivos conectados dentro de poucos anos. 25 bilhões, estima ITU em seu relatório Trens in Telecommunications Reforms 2015. Mais de três vezes a população mundial prevista pela ONU para esse ano.

Texto Anterior

Uma cidade inteligente precisa de policiais digitais

Uma cidade inteligente precisa de policiais digitais
Próximo Texto

Esta câmera de papel tem 6 mm de espessura

Esta câmera de papel tem 6 mm de espessura

Recomendados