Smart City e seus novos processos

Por , 18 de Novembro de 2016 a las 19:00
Smart City e seus novos processos
Iniciativas

Smart City e seus novos processos

Por , 18 de Novembro de 2016 a las 19:00

No próximo Smart City Expo World Congress em Barcelona, Telefônica Vivo apresentará sua visão sobre o gerenciamento integral de serviços inteligentes para as cidades.

No stand do Smart City Expo World Congress em Barcelona que Telefônica Vivo vai ocupar, será possível desfrutar de um percurso sobre a visão dual das smart cities através do prisma da prefeitura e do cidadão como partes ativas e beneficiários do desenvolvimento da cidade.

Com o futuro em mente e sem perder de vista o passado, está claro que a evolução das cidades é imparável graças ao processo global de urbanização da sociedade e a revolução digital que está fazendo com que vivamos num mundo hiperconectado onde o termo smart city cobra especial relevância.

Neste sentido, o desenvolvimento das cidades as transforma em motor e plataforma da transformação digital da economia e da sociedade.

Quando você escolhe o melhora para sua cidade, você melhora o mundo

Na nova edição do Smart City Expo World Congress (SCEWC), Telefônica Vivo recriará uma cidade cuja prefeitura mostra por primeira vez o funcionamento da plataforma Smart City, uma solução Big Data na nuvem, que concentra a gestão de serviços e a atenção ao público. Assim, qualquer administração local pode gerenciar de forma centralizada todos os serviços oferecidos à cidadania graças à IoT, transformando o espaço municipal em eficiente, responsável e sustentável.

scewc2

Uma cidade aberta ao empreendimento e à participação

A plataforma Smart City, baseada nos padrões europeus da internet do futuro (Projeto Fi-Ware) oferece uma visão da cidade e outra por áreas, de tal forma que recebe, analisa e faz um seguimento em tempo real dos dados gerados por soluções construídas a partir de um ecossistema aberto de diferentes partners, muitos deles startups no âmbito de Telefônica Open Future_.

Todos os dados proporcionados “pela cidade” se abrem para que empreendedores e desenvolvedores possam ser usados para diferentes fins, transformando-se num grande laboratório de impulso do empreendimento. Ainda, a plataforma integra um portal de dados aberto que deixa a disposição da sociedade os dados que a administração local gerencia para qualquer cidadão ou empresa possa analisar, reutilizar e redistribuir estes dados para gerar novos serviços e riqueza através do uso inteligente dos recursos.

Prefeitura e cidadania

Telefônica Vivo oferece duas visões diferentes de uma cidade inteligente:

  • Visão da prefeitura como responsável do funcionamento dos serviços municipais.
  • Visão do cidadão como beneficiário e sujeito ativo.

Para conseguir que uma prefeitura seja eficiente é imprescindível a implantação da telemetria e telegestão dos serviços, já que, dessa maneira, se poderia reduzir os custos, por exemplo, da iluminação pública em até 25% com soluções de smartlighting, assim como no consumo de água, gestão de resíduos entre outras.

Resulta que, num ambiente onde o cidadão busca uma relação digital e ágil com a administração, a plataforma da Smart City atua como termômetro das medidas de governo e facilita a comunicação com a cidadania, estabelecendo como base a administração eletrônica e a participação pública.

Em resumo, Telefônica Vivo quer consolidar um modelo de crescimento sustentável que ofereça aos cidadãos serviços inteligentes e um modelo de desenvolvimento no que a inovação se configure como eixo para alcançar as cotas mais elevadas de competitividade da economia.

Texto Anterior

Você aproveita seu tempo na frente do computador?

Você aproveita seu tempo na frente do computador?
Próximo Texto

Asia Super Grid: o projeto de renováveis entre Japão, China, Coreia e Rússia

Asia Super Grid: o projeto de renováveis entre Japão, China, Coreia e Rússia

Recomendados