Esta futura usina solar fornecerá energia a um milhão de lares

Por , 30 de Outubro de 2016 a las 12:00
Esta futura usina solar fornecerá energia a um milhão de lares
Futuro

Esta futura usina solar fornecerá energia a um milhão de lares

Por , 30 de Outubro de 2016 a las 12:00

A maior usina solar do mundo vai ser construída em Nevada e poderá gerar energia suficiente para abastecer um milhão de lares

A empresa SolarReserve construirá a futura maior usina solar do mundo no deserto de Nevada, nos Estados Unidos. Gerará entre 1.500 e 2.000 MW e terá capacidade para abastecer um milhão de lares. Aparentemente o título de ‘maior usina solar do mundo’ vai trocando de mãos cada poucos anos, às vezes uma vez por ano, pois não deixam de se construir instalações deste tipo e ultimamente são muitas as que têm um tamanho descomunal.

Deixando de lado as usinas fotovoltaicas, que estão em outro patamar – as cinco maiores do mundo ultrapassam os 500MW de capacidade –, as usinas solares térmicas mais avançadas em funcionamento não alcançam capacidades de 400MW. Nem sequer os projetos que estão planejados para o futuro superam a capacidade da maior fotovoltaica (Longyangxia Dam Solar Park, na China, com 850 MW de potência).

A que, segundo as previsões, será a maior usina de energia solar térmica no futuro próximo será construída na Índia e terá uma capacidade de 750 MW. Há outros projetos ambiciosos, como o que está sendo montado em Marrocos, iniciado em 2013 e no qual foram empregados uns 600 milhões de euros e ao redor de 1.000 trabalhadores. Será concluída no próximo ano e sua capacidade final será 580 MW.

Nestes momentos a maior central solar térmica do mundo é a de Ivanpah. Encontra-se nos Estados Unidos, concretamente na Califórnia, no condado de San Bernardino. Custou 2.200 e tem uma capacidade de 392 MW.

Estes números servem como referência para destacar a magnitude da futura usina de Nevada. Nela serão empregados ao menos 100.000 helióstatos para capturar a radiação solar e concentrá-la em dez torres. Estas contarão com depósitos de sal fundido, que atua como um sistema de armazenamento de energia. O material esquenta a mais de 1.000 graus e depois faz ferver água, que passa por uma turbina para colocar em operação um gerador cujo funcionamento não para durante todo o dia.

nevadasolar2

Os geradores da usina, portanto, estão 24 horas fornecendo energia. Não param à noite, pois durante o dia a energia captada pelo sistema é acumulada em sais para transformá-la em eletricidade nas próximas horas. A construção do projeto, que implicará uns 3.000 trabalhadores durante sete anos, começará somente daqui a dois ou três anos.

As instalações custarão uns 5 bilhões de dólares, conforme anunciou o CEO de SolarReserve, Kevin Smith. Sua empresa já tem experiência com projetos mastodônticos. Não nesta escala, claro, pois representa um novo record, mas no Chile a empresa já tem entre as mãos uma central de 260 MW de potência, que abrirá suas portas em 2019.

Imagens: SolarReserve

Texto Anterior

Divertir-se com este jogo on-line é ajudar a combater o Alzheimer

Divertir-se com este jogo on-line é ajudar a combater o Alzheimer
Próximo Texto

Como fazer uma cópia de segurança com Genie Timeline

Como fazer uma cópia de segurança com Genie Timeline

Recomendados