Homem paraplégico recupera o sentido do tato graças a implantes cerebrais

Por , 28 de Outubro de 2016 a las 07:00
Homem paraplégico recupera o sentido do tato graças a implantes cerebrais
tecnologia

Homem paraplégico recupera o sentido do tato graças a implantes cerebrais

Por , 28 de Outubro de 2016 a las 07:00

Graças a implantes no córtex somatossensorial pela primeira vez se conseguiu reproduzir o sentido do tato em um homem paraplégico

É frequente ler notícias sobre braços biônicos e outros membros que cada vez conseguem um grau de realismo maior, no que se refere à forma da mão e às articulações. No entanto, a conexão com o sistema nervoso para dotar os pacientes com o sentido do tato é ainda uma questão pendente. Um grupo de cientistas e médicos de Pittsburg, na Pensilvânia conseguiu que um rapaz de 28 anos recuperasse o sentido do tato na sua mão graças ao uso de implantes cerebrais.

Para consegui-lo, foram situados na região do cérebro que registra a sensibilidade da mão, unidos a uma mão robótica através de um computador. Ao receber toques na mão artificial, Nathan Copeland experimentou uma sensação que era impossível antes: poder dizer quais dedos exatos da mão robótica estavam sendo tocados por um dos pesquisadores, a pesar de não estar conectado de uma maneira direta e ter sua mão real imóvel e os olhos vendados.

A pesar de que muitos trabalhos anteriores tenham se concentrado no córtex motor, com o que se conseguiu que pessoas paralíticas pudessem realizar movimentos simples com braços biônicos através de seu pensamento. Esta, no entanto, é a primeira vez que se implantaram eletrodos no córtex somatossensorial, a parte do cérebro que se encarrega de registrar os toques. O objetivo é, além de ganhar a possibilidade de pegar, segurar e mover coisas, fazê-lo com maior segurança e controle sobre os objetos, de acordo com as diferentes partes da mão, já que o tato oferece maior conexão com as diferentes formas.

Para os responsáveis da pesquisa, a chave é chegar a integrar isto na ponta dos dedos e no polegar, já que, de momento, apenas a base de cada dedo é capaz de sentir e, a pesar de ser um grande avanço, não permite ainda conseguir o objetivo de melhorar a pegada e capacidade de manipulação.

Texto Anterior

A tecnologia como alternativa para os lucros do petróleo

A tecnologia como alternativa para os lucros do petróleo
Próximo Texto

Criar uma máquina virtual passo a passo com VirtualBox

Criar uma máquina virtual passo a passo com VirtualBox

Recomendados