Como compartilhar Internet desde Ethernet criando uma rede Wi-Fi em Windows e em Mac

Por , 22 de Outubro de 2016 a las 12:00
Como compartilhar Internet desde Ethernet criando uma rede Wi-Fi em Windows e em Mac
digital

Como compartilhar Internet desde Ethernet criando uma rede Wi-Fi em Windows e em Mac

Por , 22 de Outubro de 2016 a las 12:00

Ambos sistemas oferecem uma opção um pouco escondida, mas muito útil, para compartilhar Internet de umas fontes para outras, com o objetivo de oferecer melhor sinal a outros dispositivos, ou criar uma rede própria.

Após muitos anos, as redes sem fio finalmente se tornaram algo confiável e potente. No entanto, inclusive hoje em dia, nada pode competir com a fiabilidade do cabo. É por isso que muitas pessoas decidem encabar suas casas: nada como dispor da máxima velocidade de transferência em cada lugar da casa. Também é comum encontrar tomadas de cabos ethernet em hotéis ou em grandes eventos que querem oferecer a melhor experiência para a imprensa. O problema é que, coincidindo com isto, a rede Wi-Fi costuma ser de má qualidade e a cobertura celular, baixa.

É necessária uma solução para oferecer uma rede potente a smartphones ou tablets. E os dois sistemas operacionais de área de trabalho mais usados dispõem agora de uma opção para compartilhar Internet a partir da ethernet (e outras fontes).

macOS

Os usuários do agora chamado macOS (antes OS X), estão há muito tempo podendo desfrutar desta opção um pouco escondida que podemos encontrar em Preferências do Sistema > Compartilhar > Compartilhar Internet. O bom é que a fonte não se restringe a compartilhar só o que chega por Ethernet, mas qualquer conexão que ofereça Internet ou rede ao computador. Ou seja, se você compartilha Internet com um iPhone por cabo USB, você pode, por sua vez, criar uma rede com o Mac com a qual oferecer conexão a muitos outros dispositivos.

Se a segurança o preocupa, a rede Wi-Fi pode ir desde aberta até WPA2 Personal, com escolha de canal conforme o gosto do usuário. O que a solução da Apple frente à da Microsoft, que veremos a seguir, não permite é que a placa de rede sem fio compartilhe uma conexão Wi-Fi cuja fonte é o roteador e não um cabo ou conexão Bluetooth.

Windows 10

Desde Windows 10 Anniversary Update, ou o que é o mesmo, desde a última atualização grande do sistema de Redmond, também se oferece de forma simples a opção de compartilhar a fonte da Internet que chega ao computador com outros dispositivos.

Para encontrar esta fantástica opção, o caminho mais fácil é ir à Configuração > Rede e Internet > Zona com Cobertura Sem Fio. Estando aí, veremos a informação da imagem mostrada a seguir. O esquema é similar ao do Mac, mas ainda mais simples. Escolhe-se a fonte, e cria-se uma rede da qual é possível escolher nome e senha. Outra vantagem que Windows oferece é que permite ver as características dos (até 8) dispositivos conectados, para ter um controle sobre isso.

Sem dúvida, uma grande opção que melhorará enormemente a qualidade da recepção em ambientes onde o sinal Wi-Fi for mais fraco. Usuários de Windows 8 também podem compartilhar a conexão, mas o método é um pouco mais complicado.

Texto Anterior

Novo passo no neuromarketing: detecção de emoções com sinais wireless

Novo passo no neuromarketing: detecção de emoções com sinais wireless
Próximo Texto

Como aproveitar melhor a tela com Windows Snap

Como aproveitar melhor a tela com Windows Snap

Recomendados