8 cidades que lideram ações e transformações sustentáveis

Por , 23 de Setembro de 2016 a las 07:00
8 cidades que lideram ações e transformações sustentáveis
conhecimento

8 cidades que lideram ações e transformações sustentáveis

Por , 23 de Setembro de 2016 a las 07:00

Algumas cidades premiadas por dar um salto importante, separando-se das políticas dos governos nacionais e criando ambientes mais verdes

Acostumado a que na sua cidade nada funcione? A primeira vez que fui à Itália senti isso também. Longas filas para qualquer procedimento burocrático, ônibus que não passam na hora certa e um SUS que deixava muito a desejar. Sem falar na quantidade de contaminação por todo lado.

Atualmente, a organização C40 (Cities Climate Leadership Group) premia as políticas das cidades que apresentaram um crescimento urbano responsável; e por outro lado, a Comissão Europeia nomeia cada ano a Capital Verde, uma cidade que encarne o modelo a seguir para um desenvolvimento sustentável, mas não são as únicas iniciativas.

Aqui no BlogThinkBig.com, preparamos um seleção de 8 cidades líderes na planificação e medidas de emissões de carbono, edifício energeticamente eficientes, qualidade do ar, adaptação às energias verdes, gestão de resíduos, infraestruturas ecológicas e comunidades sustentáveis. Olha só:

Singapura

Carros autônomos, crianças que sabem programar drones desde os 10 anos, robôs em hospitais e construções verticais são apenas alguns elementos que fazem de Singapura um laboratório de inovação. Resulta que os edifícios ecológicos certificados representam mais de um quinto de tudo o que foi edificado.

Johannesburgo

Em 2008, esta fabulosa cidade da África do Sul realizou uma avaliação de sua vulnerabilidade frente à mudança climática com o objetivo de analisar todos seus impactos. Com iniciativas como Green Bond, deu um passo gigantesco na direção correta para diminuir a emissão de gases de efeito estufa e para criar um transporte público solar.

Nova Iorque

A simples vista pode parecer que é das cidades mais contaminantes do mundo. No entanto, desde 2014, implementou o plano denominado One City: Built to Last para melhorar a eficiência energética de um milhão de edifícios, graças ao investimento público em edifícios municipais e aos novos programas para estimular a implementação deste tipo de iniciativas no setor privado.

Wuhan

A maior cidade na zona central da China conseguiu regenerar em 2012 o lixão abandonado de Jinkou, um espaço agora limpo e sustentável. Graças às políticas governamentais, se conseguiu recuperar estes terrenos contaminados, deixando-os férteis novamente. Por tudo isso, recebeu o reconhecimento do C40 na categoria de Gerenciamento de Resíduos.

Copenhague

Uma coisa surpreendente de Copenhague é a integração da bicicleta na paisagem urbana. Turistas e habitantes usam a bicicleta em todas as facetas da vida cotidiana. Em concreto, este meio de transporte sustentável contribuiu a que a capital dinamarquesa possa se gabar de ser uma das cidades com níveis de CO2 mais baixos do mundo.

Aposta firme pela política ambiental, o que a levou a ser a capital verde europeia em 2014 e designada pela The Economist Intelligence Unit como a capital mais sustentável da Europa.

Toronto

A luta por se transformar na cidade mais sustentável da América do Norte está dando seus frutos. Suas estratégias e ações estão esverdeando a cidade a passos agigantados. O Plano de Ação da Mudança Climática para reduzir em 80% as emissões de gases de efeito estufa antes de 2050 implicam um grande avanço para se transformar na cidade verde por excelência.

Reykjavik

Um país que se abastece quase que exclusivamente com energias renováveis não podia faltar em nossa seleção. Em concreto, a capital da Islândia se abastece de energia geotérmica que ilumina quase 95% de seus edifícios. A revista Green Uptown escolheu Reykjavik como a capital mais verde do mundo, um prêmio que anima a cidade a continuar por este caminho de sustentabilidade e energias verdes.

São Francisco

Esta cidade dos EUA conta com uma das melhores iniciativas em temas meio ambientais do país. A proibição de 2007 das sacolas de plástico e, em 2015, a proibição das garrafas de plástico, contribuiu a que os habitantes de São Francisco possam desfrutar de uma das cidades mais verdes dos Estados Unidos.

O caminho para se transformar em uma cidade verde e sustentável não fez mais que começar. Cidades inteligentes, sustentáveis e respeitosas para com o meio ambiente oferecem uma aposta firme por uma política meio ambiental.

Texto Anterior

Procurando uma forma de parar os drones intrusos

Procurando uma forma de parar os drones intrusos
Próximo Texto

Como passar contatos do seu celular antigo ao novo

Como passar contatos do seu celular antigo ao novo

Recomendados