Um estudo indica um vínculo entre videogames e bom rendimento acadêmico

Por , 15 de Agosto de 2016 a las 19:00
Um estudo indica um vínculo entre videogames e bom rendimento acadêmico
educação

Um estudo indica um vínculo entre videogames e bom rendimento acadêmico

Por , 15 de Agosto de 2016 a las 19:00

Jogar videogames estaria relacionado com um melhor rendimento em matérias como matemática, ciência e testes de leitura, tal e como mostra este estudo.

Depois de tomar uma mostra de estudantes de secundária, o estudo realizado no Royal Melbourne Institute of Technology comprovou que aqueles que jogam videogames têm um rendimento acadêmico superior à média. Se bem a pesquisa não pôde corroborar que o bom rendimento seja por causa dos videogames, o autor do estudo lembrou os abundantes estímulos que este tipo de diversão oferece aos jogadores.

Alberto Posso, o autor do estudo e pertencente ao Royal Melbourne Institute of Technology, analizou uma série de dados procedentes do informe PISA para Austrália de 2012. Prestou especial atenção nos resultados acadêmicos e nos interesses pessoais dos alunos, assim como nas atividades que realizavam fora da escola.

Ao cruzar estes dados, Posso observou uma correlação entre a atividade de jogar videogames e umas notas mais altas que a média. O resultado da pesquisa é que os estudantes que afirmam jogar videogames quase diariamente tiraram uma nota maior em matemática, ciência e compreensão leitora.

A verdade é que o estudo não confirma que estas pontuações superiores sejam uma consequência direta de jogar videogames. Também pode ser que os estudantes mais brilhantes façam as tarefas mais rápido e assim tenham mais tempo livre para dedicar a esta atividade extraescolar.

videogamestudo2

No entanto, Posso não deixava de lembrar que os videogames oferecem desafios aos jogadores, cuja resolução implica habilidades relacionadas com a matemática, o conhecimento geral e até a ciência e a capacidade leitora.

Por outro lado, o estudo observou uma correlação entre o uso muito frequente de redes sociais e notas 4%mais baixas que a média. A pesquisa também não é conclusiva nesse sentido, se bem nenhuma das duas tendências observadas pode ser ignorada.

Outro estudo, desta vez da Universidade da Califórnia, demonstrou que os videogames 3d ajudam a memória. Um grupo de estudantes universitários não jogadores fizeram dois testes mnemônicos, ambos separados por um período de duas semanas durante o qual jogaram durante 30 minutos diários um videogame. No segundo dos testes, aqueles que jogaram títulos em três dimensões melhoraram sua pontuação.

Imagens: sewing punzie e Oak Park Public Library

Texto Anterior

Esta é a primeira bateria de silício-ar que dura mais de 1000 horas

Esta é a primeira bateria de silício-ar que dura mais de 1000 horas
Próximo Texto

Este mapa 3D do universo mostra 1,2 milhões de galáxias

Este mapa 3D do universo mostra 1,2 milhões de galáxias

Recomendados