Por que os mais velhos são mais suscetíveis ao vírus da gripe?

Por , 19 de Maio de 2016 a las 07:00
Por que os mais velhos são mais suscetíveis ao vírus da gripe?
Saúde

Por que os mais velhos são mais suscetíveis ao vírus da gripe?

Por , 19 de Maio de 2016 a las 07:00

As pessoas com mais de 65 anos são mais suscetíveis ao vírus da gripe. A ciência encontra uma explicação a este maior risco de doença.

A gripe é uma das doenças mais comuns e temidas. Sintomas como a congestão, a tosse, a febre, os espirros e as dores de cabeça podem indicar que o vírus atacou nosso organismo. É muito comum que esta infecção chegue durante a temporada de chuvas, devido a seu fácil contágio através de gotículas e pequenas partículas expulsadas ao tossir ou espirrar. Quando adoecemos com o vírus, estaremos aproximadamente uma semana afetados.

Numerosas pesquisas tratam de lutar contra a gripe. Há apenas alguns meses, cientistas da Universidade de Oxford desenvolveram um modelo de vírus virtual com o objetivos de acelerar o desenvolvimento de novos tratamentos. O estudo de vacinas e terapias ou a implementação de medidas preventivas contra a doença são estratégias muito habituais com as que P&D procura frear a transmissão da infecção. Mas nunca é suficiente.

Os maiores de 65 anos apresentam um maior risco

O vírus da gripe ataca com muita facilidade nas épocas quando ocorrem as epidemias estacionais. Dado que estas partículas víricas circulam por todo omundo e podem afetar pessoas de qualquer idade, a gripe é uma das grandes dores de cabeça para os responsáveis de saúde pública global. No entanto, existem vários grupos de risco que são especialmente afetados por esta infecção. Entre outros, destacam as pessoas com mais de 65 anos, as crianças com menos de dois e, no geral, indivíduos que sofram de determinadas doenças como imunodepressão ou doenças crônicas cardíacas, pulmonares, renais, hepáticas, sanguíneas ou metabólicas, como a diabete.

Por quê as pessoas mais velhas são mais suscetíveis ao vírus da gripe?

Um estudo recente, publicado na revista Science, determinou que a resposta imunológica destes pacientes à doença, e não à infecção em si, poderia estar por trás do maior risco que sofre este grupo de idade. A pesquisa foi realizada por cientistas da Universidade de Yale, que puderam concluir que o vírus da gripe mão é responsável por si mesmo do elevado número de falecimentos que se associam com a doença.

susceptibilidadegripe2

Resulta que, de acordo com as estadísticas, mais de 90% dos falecimentos por gripe no mundo acontecem no grupo de idade de pessoas maiores de 65ª nos. Em palavras de Akiko Iwasaki, “o trabalho mostra que as pessoas mais velhas poderiam apresentar uma susceptibilidade mais alta à gripe devido a que seriam incapazes de armar uma suficiente resposta antiviral”. O trabalho, realizado em modelos animais, mostrou que os sujeitos envelhecidos apresentavam um alto grau de inflamação, o que sugere que o sistema imunológico falha de algum modo e faz com que ditos indivíduos seja mais suscetíveis à gripe. No entanto, estas conclusões devem ser demonstradas agora em seres humanos.

Os resultados do estudo em Science poderiam ajudar a desenvolver estratégias inovadoras contra a gripe. Por exemplo, em caso de confirmar-se as conclusões preliminares deveriam ser abordadas novas terapias antivirais nas pessoas com mais de 65 anos, com o objetivo de “ajudar” ao sistema imunológico a superar a infecção. Uma ideia seria desenvolver tratamentos que bloqueassem a inflamação observada nos modelos animais, com o objetivo de reduzir o risco da doença. Deste modo, de acordo com os investigadores, poderia se combater mais eficazmente uma infecção víria aguda considerada como um grave problema de saúde pública.

Imagens | CDC (Wikimedia), Pixabay

Texto Anterior

Grafeno para fabricar papel

Grafeno para fabricar papel
Próximo Texto

IBM cria uma tecnologia de armazenamento 50 vezes mais rápida que os SSD

IBM cria uma tecnologia de armazenamento 50 vezes mais rápida que os SSD

Recomendados