Tendências da revolução digital na cidade

Por , 9 de Maio de 2016 a las 15:00
Tendências da revolução digital na cidade
digital

Tendências da revolução digital na cidade

Por , 9 de Maio de 2016 a las 15:00

Mobilidade e conectividade, sociedade colaborativa, cloud computing ou big data são alguns dos motores que estão determinando o futuro da economia digital no geral, e das cidades inteligentes em particular. Atualmente, em poucos dias é gerada a mesma quantidade de informação que a acumulada em toda a história.

É inegável que a revolução digital está mudando, e em muitos casos já mudou, nossa sociedade a um ritmo muito rápido. Quanto maior o grau de digitalização da economia e da sociedade, mais elevados com seus índices de crescimento, ingressos e empregabilidade. Hoje em dia, estamos numa época em que os ciclos tecnológicos são cada vez mais curtos e as fronteiras existentes até agora estão desaparecendo, o que está acelerando todo o processo.

De acordo com o relatório “La ciudad como plataforma de transformación digital” da Telefônica, existem duas novas realidades, geradas pelos avanços tecnológicos, que supõem uma revolução total nas vidas dos cidadãos. A hiperconectividade, pela qual cada vez se diluem mais as fronteiras espaciais entre pessoas de todo o mundo, e a sociedade colaborativa.

A penetração de usuários da internet já é de 43%, 78% nos países desenvolvidos, e 32% nos emergentes. Hoje em dia, o número de usuários da internet já alcança os 3 bilhões. Além do mais, a mobilidade mundial não deixa de crescer: 780 milhões de casas contam com banda larga e mais de 2.800 pessoas têm acesso à banda larga móvel. As previsões são impressionantes, já que para 2020 espera-se que 90% da população mundial de mais de 6 anos tenha telefone celular.

A sociedade colaborativa, por sua parte, possibilita a adaptação da economia colaborativa, que se baseia no intercâmbio entre pessoas de bens e serviços que infrautilizados. Uma circunstância que está permitindo uma mudança de paradigma. Também facilitou a aparição de novos modelos de negócio e relação, que afetam principalmente as cidades, transformando-as em lugares um pouco mais conectados. Alguns exemplos seraim Uber, no setor do transporte, ou Arbnb, no de alojamento turístico.

smartcitiestendências2

Os motores da hiperconectividade e a sociedade colaborativa

Os setores de cloud computing e big data, mais do que conhecidos por seu inegável protagonismo na transformação digital dos nossos dias, tomam posição como principais motores da mudança em direção à sociedade do futuro.

As vantagens que oferece o cloud computing tornam mais eficientes os sistemas, reduzindo a obsolescência e proporcionando escalabilidade imediata no modelo, o que favorece a flexibilidade nos mesmos. Além do mais, permite a participação igualitária nos processos tanto dos cidadãos como das empresas, grandes ou pequenas, e da própria cidade.

Por outro lado, o big data permite oferecer inteligência através do processamento e análise de grandes volumes de dados provenientes de diversas fontes, internas e externas, de forma ágil e com tempos de resposta reduzidos, tal e como expõe o informe anteriormente mencionado. De média, cada dia são criados 2,5 trilhões de dados, pelo que a capacidade analítica de grandes volumes de informação estruturada é uma competência chave.

O ambiente de open data é inconcebível sem a realidade do big data e o cloud computing, que oferecem acesso a grandes volumes de dados em tempo real. Tudo indica que as próximas tendências nestes setores proporcionarão um grande impulso tanto a empresas como pessoas privadas, acelerando o crescimento digital da sociedade em geral.

Texto Anterior

Tendências de marketing de atribuição digital: plataformas e modelos de atribuição

Tendências de marketing de atribuição digital: plataformas e modelos de atribuição
Próximo Texto

Ligações que salvam vidas na estrada

Ligações que salvam vidas na estrada

Recomendados