Em 2022 será mais barato um carro elétrico que um a gasolina

Por , 17 de Março de 2016 a las 19:00
Em 2022 será mais barato um carro elétrico que um a gasolina
Futuro

Em 2022 será mais barato um carro elétrico que um a gasolina

Por , 17 de Março de 2016 a las 19:00

O preço de um carro elétrico será menor que o de um a gasolina em 2022, de acordo com um relatório da Bloomberg New Energy Finance

Esta é a conclusão extraída do relatório elaborado pela empresa analista Bloomberg New Energy Finance, que pesquisou o mercado automobilístico centrando-se nos carros elétricos. Devido aos avanços especialmente nas baterias, mas também em outros aspectos, em 2022 o preço de um carro elétrico será menor que o de um carro a gasolina. A análise conta todos os anos que uma pessoa possui um veículo, estimando os gastos de compra, mas também os de manutenção ao longo dos anos.

Parece claro que depois de adquirir um veículo, os gastos de um elétrico são menores que os de um a gasolina, mas de momento, mesmo considerando os subsídios, a nova tecnologia saí mais cara. Porém, se prevê que o preço das baterias de íon-lítio fique muito mais barato rapidamente nos próximos anos, o que significará que também acontecerá com uma parte importante do custo da fabricação de um veículo elétrico.

Inclusive prevendo, como fez Bloomberg New Energy Finance, que a eficiência dos carros a gasolina aumentem 3,5% cada ano, em 2022 os elétricos serão mais baratos. Desde 2010 o preço das baterias de íon-lítio se reduziu 65%, até o ano de 2015. Neste caso, a indústria que mais impacto teve nesta tendência foi a dos smartphones e dispositivos móveis. Sua utilização massiva, fez com que crescesse o número de fábricas e que se ganhe em escala no processo de produção.

Em 2015, o preço por kWh das baterias de íon-lítio era de 350 dólares, mas se reduzirá nos próximos anos. Bloomberg New Energy Finance realizou um cálculo que revela a tendência: em 2030 o kWh custará 120 dólares e irá descendo ainda mais.

carroelétrico20222

Os cálculos foram feitos prevendo que o preço do petróleo esteja numa faixa entre 50 e 70 dólares o barril, durante a década de 2020. De momento os carros elétricos só ocupam 1% das vendas globais. Nos próximos anos não se espera que passem de 5%, mas que mudará muito a partir da década de 2020.

O relatório elaborado pelo apêndice de Bloomberg, estima que em 2040 as vendas globais de carros elétricos serão 35% das globais. Caso isso aconteça, o consumo do petróleo se reduziria em aproximadamente 14%. De momento o veículo elétrico mais vendido é o Nissan Leaf, com 186.000 unidades desde 2009, enquanto que em segundo lugar está o Model S da Tesla (79.000).

Imagens: Sweet One e carlosoliveirareis

Texto Anterior

Como simplificar a revisão de contratos das equipes de vendas e jurídicas

Como simplificar a revisão de contratos das equipes de vendas e jurídicas
Próximo Texto

Os GIFs estão nos invadindo

Os GIFs estão nos invadindo

Recomendados