Bill Gates e Jeff Bezos apostam pela biopsia líquida, o “CSI do câncer”

Por , 8 de Fevereiro de 2016 a las 11:00
Bill Gates e Jeff Bezos apostam pela biopsia líquida, o “CSI do câncer”
Saúde

Bill Gates e Jeff Bezos apostam pela biopsia líquida, o “CSI do câncer”

Por , 8 de Fevereiro de 2016 a las 11:00

Illumina, uma companhia biotecnológica pioneira no sequenciamento, anuncia o nascimento de GRAIL, startup dedicada à biopsia líquida e patrocinada por Jeff Bezos e Bill Gates.

A palavra câncer, na verdade, contém múltiplas doenças; tão diversas que não só afetam a partes diferentes do corpo, mas também sua manifestação, detecção e tratamento são diferentes. Além dos avanços alcançados em pesquisa como a imunoterapia, a comunidade científica trabalha para contar no futuro com novos métodos de diagnóstico, que nos permitam detectar a essa doença antes inclusive de que apareçam os primeiros sintomas.

Nesse sentido, uma das linhas mais importantes de P&D se concentrou na biopsia líquida. Esta técnica, que pode ser definida como o “CSI do câncer”, foi pioneira na Espanha graças ao trabalho do Instituto de Oncologia do Vall dHebrón (VHIO) e o Hospital Universitário Fundação Jiménez Díaz, que a utilizaram para melhorar a detecção do câncer colorretal.

A biopsia líquida consiste em uma análise de sangue onde tentamos encontrar células tumorais que circulem na corrente sanguínea. Os pesquisadores devem realizar o sequenciamento do DNA destas células, com o objetivo de identificar as células tumorais circulantes e comprovar se existem mudanças entre elas e o tumor primário, depois de ser localizado. A segunda aplicação pode ajudar a personalizar os tratamentos e por tanto impulsar a medicina de precisão.

biopsialiquida2

Em janeiro, a biopsia líquida viveu um empurrão muito importante. A companhia Illumina, uma das mais importantes no sector da biotecnologia, anunciou a criação da startup GRAIL. Esta companhia trabalhará para conseguir um único método de detecção precoce do câncer baseado precisamente na biopsia líquida e no sequenciamento do genoma, matéria em que a empresa Illumina é pioneira.

GRAIL foi patrocinada por uma rodada de financiamentos de série A, onde participaram Bezos Expeditions, Bill Gates, ARCH Venture Partners e Sutter Hill Ventures. O interesse socioeconômico nesta nova iniciativa empreendedora é claro: contar com um “Santo Graal” que permita acelerar o diagnóstico do câncer antes de que apareçam os primeiros sintomas no paciente.

O lançamento de GRAIL por Illumina e o patrocínio de Bezos ou Gates é, sem dúvida, uma boa notícia para os mais de catorze milhões de pacientes que são diagnosticados anualmente com câncer, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. O nascimento da startup também reafirma o interesse pela biopsia líquida, uma técnica de diagnóstico precoce onde a Espanha se situa como país pioneiro. Além do trabalho realizado no VHIO ou na Fundação Jiménez Díaz, especialistas internacionais como o barcelonês Josep Baselga também participarão como assessores desta nova companhia de biotecnologia.

Imagens | National Cancer Institute (Wikimédia), Nephron (Wikimédia)

Texto Anterior

É viável a proposta russa de uma estrada Moscou-Nova York?

É viável a proposta russa de uma estrada Moscou-Nova York?
Próximo Texto

Aipoly, um aplicativo de apoio para deficientes visuais

Aipoly, um aplicativo de apoio para deficientes visuais

Recomendados