Luvas inteligentes para amenizar o Parkinson

Por , 23 de Janeiro de 2016 a las 12:00
Luvas inteligentes para amenizar o Parkinson
Saúde

Luvas inteligentes para amenizar o Parkinson

Por , 23 de Janeiro de 2016 a las 12:00

O GyroGlove é uma luva destinada a amenizar os tremores que sofrem os doentes de Parkinson.

No tratamento do Parkinson entram em jogo fármacos potentes, assim como terapias de reabilitação e estimulação física. O objetivo é paliar os sintomas da doença, que até agora não tem cura, e retardar sua progressão. Para isto existe uma série de medidas estabelecidas baseadas na experiência obtida ao longo de décadas, inclusive séculos (a primeira descrição clínica desta doença é do século XIX). A aproximação de Faii Ong, um jovem médico de 26 anos, foi diferente.

Há alguns anos Faii Ong estudava medicina no Imperial College London e como parte de sua formação foi incumbido de cuidar de uma idosa de 103 anos que tinha Parkinson. Vendo a dificuldade que a senhora tinha para realizar tarefas diárias, como comer um prato de sopa, o estudante perguntou a uma enfermeira o que poderia fazer para ajudá-la.

Como resposta Faii Ong recebeu um desalentador “nada” que, no seu caso não lhe afastou a inquietude, pelo contrário a aumentou. Juntamente com um grupo de estudantes do Imperial College London, fundou a companhia GyroGear, que está focada em um único produto: GyroGlove. Trata-se de luvas baseadas em uma tecnologia simples, como são os sensores de um giroscópio, que podem paliar os tremores dos doentes de Parkinson.

O GyroGlove é composto de um giroscópio situado no dorso da mão que, através de uma cápsula de plástico, se conecta com o resto da luva. Este sensor, que funciona com uma bateria incorporada, maneja uma tabela redonda giratória e uma dobradiça, que se controlam através de um circuito integrado e neutralizam os movimentos da mão do paciente.

smartgloves2

O giroscópio serve portanto para orientar os movimentos que faz o usuário da luva, atuando como uma espécie de estabilizador. Os criadores do GyroGloce comparam seu funcionamento com colocar a mão em um líquido denso, onde os movimentos estão retardados, ainda que não deixa de tê-los controlados. Nas provas que realizaram, o dispositivo conseguiu reduzir os tremores dos doentes de Parkinson em 90%.

Nem precisamos dizer que se trata de um produto que ainda não chegou a sua fase comercial. A companhia GyroGear não sabe quando lançarão a luva, mas esperam que no Reino Unido esteja disponível antes de setembro. Seu preço será de 400 a 600 libras (R$2.345 a R$3.518). A empresa está estudando desenvolver também outros dispositivos para paliar os tremores em outras partes do corpo, como as pernas.

Imagens: Sue90ca e GyroGear

Texto Anterior

Desenvolvem um sistema de alerta sísmico para o sul da Península Ibérica

Desenvolvem um sistema de alerta sísmico para o sul da Península Ibérica
Próximo Texto

Em Stanford criaram uma bateria que se apaga antes do superaquecimento

Em Stanford criaram uma bateria que se apaga antes do superaquecimento

Recomendados