O que devemos saber sobre repetidores WiFi

Por , 20 de Dezembro de 2015 a las 18:00
O que devemos saber sobre repetidores WiFi
tecnologia

O que devemos saber sobre repetidores WiFi

Por , 20 de Dezembro de 2015 a las 18:00

Repetidores WiFi podem ajudar para que o sinal do roteador atinja todos os cantos da casa.

Não é incomum que em nossa própria casa tenhamos problemas de cobertura Wi-Fi. Dependendo da potência, o roteador pode não atingir todos os quartos e para preencher esta carência são necessários repetidores WiFi. Estes dispositivos são capazes de reenviar o sinal do roteador, duplicando seu alcance e permitindo que a cobertura seja distribuída para todos os cantos. É uma boa opção para melhorar a conectividade em nossa casa, mas temos que ter em conta alguns detalhes antes de comprar um destes dispositivos.

Antes de adquirir um repetidor WiFi recomendamos consultar estas dicas sobre como melhorar a WiFi sem adquirir outro dispositivo. No final das contas, pode haver soluções mais simples para melhorar a cobertura, como colocar em uma posição mais apropriada o roteador ou colocar um roteador velho para fazer as funções de repetidor.

Se essas soluções não ajudarem precisaremos considerar medidas mais sofisticadas e o mais adequado é procurar por repetidores WiFi. Estes dispositivos devem ser colocados no raio de alcance do roteador de modo que possam transmitir o sinal para outros equipamentos mais distantes assim como receber pacotes de dados desses equipamentos e mandá-los ao roteador. É melhor procurar conseguir a máxima distância possível do emissor do sinal, sem que isso a afete.

A instalação de um repetidor WiFi é simples. Simplesmente devemos coordenar o repetidor com o roteador, para isso ambos dispositivos devem estar conectados através de um cabo Ethernet. A partir daí, o software de cada fabricante irá orientar o usuário através do processo até que possa desconectar o cabo Ethernet e colocar o repetidor no lugar dele.

repetidoreswifi2

No entanto, pode acontecer um problema. O sinal do roteador e o do repetidor podem se sobrepor na seção onde ambos coincidam. Os dois dispositivos emitem em 360 graus, pelo que há um espaço onde eles coincidem e o tráfego de dados se multiplica. Isto significa que quando um equipamentp dentro dessa faixa envie informação, esta chegará primeiro ao roteador e depois de um ligeiro atraso chegará novamente, depois de passar pelo repetidor. Isso poderia fazer a Internet um pouco mais lenta.

Também devemos ter em mente a velocidade de transmissão de dados que garante o repetidor WiFi, um número que, como mínimo, deve corresponder ao do roteador. Os protocolos de segurança que suportam o dispositivo também devem ter, pelo menos, a mesma proteção, de modo que o sinal não se torne mais vulnerável.

Diferentes opções

Existem muitos fabricantes que produzem repetidores WiFi. Em geral estas são empresas que fornecem infraestrutura de rede, incluindo roteadores. Entre as marcas mais reconhecidas neste domínio encontramos Cisco, com sua série Linksys, que oferece tanto roteadores como repetidores. Netgear é outra opção na hora de adquirir um desses dispositivos, devido à experiência da empresa em soluções de rede.

Fabricantes como D-Link, TP Lynk ou Anker também estão entre aqueles que oferecem diferentes modelos de repetidores WiFi. Em qualquer caso, é geralmente melhor adquirir um repetidor da mesma marca do roteador,assim a compatibilidade está assegurada e a configuração será sempre simples.

 

Imagens: Scott Beale e Saad Irfan

Texto Anterior

3 ideias práticas para reutilizar o pendrive antigo

3 ideias práticas para reutilizar o pendrive antigo
Próximo Texto

Curiosidades sobre Android e seus usuários

Curiosidades sobre Android e seus usuários

Recomendados