Surface web, Deep web e Darknet: no que se diferenciam?

Por , 14 de Dezembro de 2015 a las 11:00
Surface web, Deep web e Darknet: no que se diferenciam?
digital

Surface web, Deep web e Darknet: no que se diferenciam?

Por , 14 de Dezembro de 2015 a las 11:00

A web que navegamos todos os dias abrange apenas 1% do total, o restante, está em uma parte escura que a maioria das pessoas nunca sequer tenta acessar.

 

A deep web é um conceito muito interessante sobre o qual já falamos antes. Trata-se de um espaço na Internet de mais de 7.500 terabytes no qual se necessitam ferramentas especiais para manter uma conexão segura e criptografada antes de poder entrar. Lá, você terá milhares de sites misteriosos, e também muitos com atividades ilegais.

Isso soa estranho para a maioria dos usuários, porque estamos acostumados à superfície da web, o que vemos todos os dias: Wikipedia, redes sociais, Amazon e outros sites de compras, blogs e qualquer outra web que esta indexada nos buscadores como Google ou Bing. Mas, a realidade é que esta parte da web apenas conta como 1% de toda a Internet.

Como à deep web não se chega usando métodos correntes como fazendo uma pesquisa no Google, temos que aprender algumas coisas antes de começar a navegar. Por exemplo, conhecer a terminologia e classificação de cada zona à que entremos: surface web, deep web e dark web.

Surface Web

Como indicado anteriormente, a surface web ou “web da superfície” é qualquer coisa que pode ser indexada por um buscador comum como Bing, Google ou Yahoo. Pela sua definição seria o antônimo da deep web porque elas são exatamente o oposto. A web da superfície também é conhecida por outros nomes: clearnet, indexed web, indexable web, lightnet, visible web.

Qualquer pessoa pode entrar nesta zona e corresponde apenas a 1% da web. Isso não significa que seja muito pequena, pelo contrário, é muito grande, algo mostrado pelo Google em Junho do ano 2015, quando informou que seu buscador conta com mais de 14,5 bilhões de páginas indexadas em todas as línguas faladas no planeta.

Em um nível mais técnico, a surface web está cheia de páginas web que são de fácil acesso, todas colocadas em um servidor remoto aberto para qualquer pessoa entre nelas. Além disso, têm domínios conhecidos como .com, .org, .net ou qualquer outro. Por outro lado, na web de superfície não existe anonimato porque em todos os sites que você visita você deverá fornecer informações pessoais e terá cookies armazenados em seu navegador.

deepweb2

Deep Web

A deep web tem também outros nomes como deep net, invisible web e hidden web. Em português, pode ser chamado de “Internet profunda” ou “Internet invisível”, terminologia que apareceu em 2009.

Esta parte da Internet é algo que não está indexado nos buscadores e que pode conter todo tipo de informação, tais como bases de dados, revistas acadêmicas ou o blog que você acaba de criar e não quer que esteja indexado em nenhum buscador. Só porque alguma coisa não está no Google ou em qualquer outro buscador, não significa que tudo o que se encontra na deep web é ruim ou ilegal, mas em muitos casos sim é anônimo.

Estima-se que a deep web tem mais de 7.500 terabytes de conteúdo, mas a essa cifra se chegou em 2001 fazendo extrapolações. Outros dizem que a deep web é entre 400 e 550 vezes maior que a web de superfície. Isso significa que, se a superfície tiver 14,5 bilhões de páginas web, a deep web tem entre 5,8 e 7,975trilhões de sites. Todas estas estimativas realmente não podem ser levadas totalmente a sério porque, como os sites não estão indexados, não podem ser rastreados como a web da superfície.

Darknet

O termo darknet é muitas vezes confundido como sinônimo da deep web. A verdade é que estes nomes devem ser usados para coisas diferentes, dado que a darknet é apenas uma pequena parte da deep web, onde tudo é anônimo e está sempre criptografado, você não pode entrar com os navegadores normais mas deve usar Tor. Alguns chamam onionland ou “a terra das cebolas”, pois os sites têm um domínio que termina em .onion.

A darknet recebe seu nome graças ao conteúdo que você pode conseguir lá: pornografia infantil, serviços de hackers, assassinos, jogos de azar e drogas, sendo este último o tema mais prolífico.

Foto de capa: Maciej Korsan – Licencia CC0

Texto Anterior

Motivos para usar um gerenciador de senhas

Motivos para usar um gerenciador de senhas
Próximo Texto

A falha grave de segurança que afeta a todos o USB

A falha grave de segurança que afeta a todos o USB

Recomendados