Calçadas-WiFi: conexão a Internet a partir do pavimento

Por , 30 de Novembro de 2015 a las 11:10
Calçadas-WiFi: conexão a Internet a partir do pavimento
Futuro

Calçadas-WiFi: conexão a Internet a partir do pavimento

Por , 30 de Novembro de 2015 a las 11:10

Uma cidade do Reino Unido ofecerá conexão a Internet integrada no pavimento, graças ao que podemos chamar de calçadas-WiFi.

A cidade de Chesham, uma localidade de pouco mais de 20.000 habitantes ao noroeste de Londres, será pioneira na instalação de WiFi público. Neste caso a infraestrutura empregada será a calçada. A conexão sem fio estará literalmente integrada nas ruas, pois sob o pavimento se encontrarão pontos de acesso, que se conectarão aos repetidores, por sua vez unidos ao encabado de fibra óptica.

A tecnologia que se instalará nas ruas de Chesham facilitará o acesso a uma conexão a Internet a qualquer usuário que caminhe pelas ruas da localidade. Além do mais, as calçadas-WiFi proporcionarão uma velocidade acima da média do Reino Unido, cerca de sete vezes mais rápido.

Embora o que cabe destacar do projeto não é a velocidade da conexão, é claro. O que é mais impressionante é a originalidade da instalação de uma rede Wi-Fi usando as calçadas. As autoridades locais se associaram com a empresa Virgin Media para integrar pontos de acesso sob o pavimento. Estes se conectarão com as antenas que a empresa possui em edifícios e ruas, que por sua vez, estão conectados aos cabos de fibra óptica.

Desta forma tão simples –adicionando uma extensão mais à rede– as calçadas-WiFi serão uma realidade. A parte mais complicada será, certamente, instalar pontos de acesso na calçada. Esta operação será feita perfurando a superfície e, uma vez inserido o equipamento de telecomunicações, cobrindo os buracos com uma espécie de tampa, feito com uma resina especial que permite passar sinais de rádio.

calçadawifi2

O projeto também contempla a utilização de mobiliário urbano para criar a rede Wi-Fi, o que implicaria a instalação de pontos de acesso escondidos, em lâmpadas de rua, por exemplo. A velocidade de download, para esclarecer, será 166 Mbps.

WiFi nas ruas

Quando se popularizaram os notebooks começaram a surgir lugares, como cafeterias ou shoppings, que ofereciam acesso WiFi grátis aos clientes. Apareceram inclusive pontos WiFi nas cidades, cuja única finalidade era fornecer esta conexão em uma área que consistia em poucos metros quadrados.

Talvez os smartphones e sua conexão onipresente retardassem essa intenção para fornecer acesso WiFi público, mas os usuários agora voltaram a pedir este tipo de conexão, a fim de economizar dados. E essa demanda não se resolve com os poucos lugares que podem ser encontrados para se conectar a uma rede WiFi em áreas públicas.

Outro caso é o de países onde as infraestruturas têm um longo caminho por percorrer para se desenvolver. Alguns deles tomaram a iniciativas originais para fornecer WiFi aos usuários. Se no Quênia, por exemplo, colocaram ônibus com acesso à internet, na Índia uma startup lançou um projeto mais ousado: oferecer Wi-Fi livre ao usar as lixeiras.

 

Imagens: Kake . e Maxwell GS

Texto Anterior

Como criar um pendrive de inicialização para instalar ou reparar Windows

Como criar um pendrive de inicialização para instalar ou reparar Windows
Próximo Texto

5 ações para hackear o sistema e deixar de ser escravo da Internet

5 ações para hackear o sistema e deixar de ser escravo da Internet

Recomendados